Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova (RVS)

Área 15.024,00ha.
Document area Decreto - s/n - 11/06/2010
Jurisdição Legal Domínio Mata Atlântica
Ano de criação 2010
Grupo Proteção Integral
Instância responsável Federal

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - RVS de Boa Nova (RVS)

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 BA Boa Nova 12.953 9.607 5.804 84.953,80 14.974,59
100,00 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Estacional Decidual 36,04
Floresta Ombrófila Densa 63,96

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Rio De Contas 100,00

Biomas

Bioma % na UC
Mata Atlântica 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Tipo de Conselho: Consultivo
  • Ano de criação : 2015

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - RVS de Boa Nova (RVS)

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Decreto s/n Criação 11/06/2010 14/06/2010 Ficam criados o Parque Nacional de Boa Nova, com aproximadamente 12.065 ha, e o Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova, com aproximadamente 15.024 ha, localizados nos Municípios de Boa Nova, Manoel Vitorino e Dário Meira, no Estado da Bahia.  
Portaria 39 Conselho 27/08/2015 28/08/2015 Cria o Conselho Consultivo do Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova, no estado da Bahia (Processo no 02125.000004/2015- 00)  
Portaria 114 Nucleo gestão integrada 12/02/2020 14/02/2020 Institui o Núcleo de Gestão Integrada - ICMBio Sudoeste Baiano, um arranjo organizacional para gestão territorial integrada de Unidades de Conservação federais, no âmbito do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. A NGI incorpora as seguintes UC's: I - Parque Nacional de Boa Nova; II - Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova; e III - Floresta Nacional Contendas do Sincorá.  

Documentos de gestão - RVS de Boa Nova (RVS)

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação

Características

Histórico e localização
O Refúgio da Vida Silvestre de Boa Nova está localizado no Estado da Bahia a, aproximadamente, 430 km de Salvador. Criado em 11 de junho de 2010, tem extensão de aproximadamente 15 mil hectares. Trata-se de uma unidade de proteção integral e tem como bioma predominante a Mata Atlântica. Mas esse não é o único bioma da UC. Em menos de 15 km, é possível passar da seca Caatinga, para a úmida Mata Atlântica e, na transição entre estes dois biomas, está a Mata de Cipó, uma das fitofisionomias mais ameaçadas da Mata Atlântica.

O processo de criação desta UC, concomitante com o Parque Nacional de Boa Nova, iniciou-se com um projeto da SAVE BRASIL - Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil, organização não governamental que faz parte da aliança global da BirdLife International, possuindo como foco a proteção das aves brasileiras. Em 1999, a SAVE implantou o "Programa de Conservação de Boa Nova", que visava promover uma educação ambiental na comunidade deste município, devido ao fato de que esta área era considerada uma das mais negligenciadas pelo Brasil no âmbito da conservação. A ONG avalia o sucesso no projeto, tendo em vista que o engajamento da comunidade local com a questão ambiental, que hoje é conduzido pelas ações da própria comunidade.

De acordo com o Decreto de criação, os objetivos destas unidades são a proteção integral e regeneração dos ecossistemas naturais da transição entre Mata Atlântica e Caatinga, principalmente a Mata de Cipó, a manutenção de espécies de aves e mamíferos ameaçadas de extinção, em especial o gravatazeiro, e a recuperação de mananciais e cursos d'água. Ainda, as unidades devem possibilitar o desenvolvimento de atividades de educação ambiental, recreação em contato com a natureza, ecoturismo e o desenvolvimento de pesquisas científicas. Por fim, é objetivo específico do Refúgio da Vida Silvestre proporcionar conectividade entre as áreas do Parque Nacional de Boa Nova.

Características ambientais
Vegetação
Bastante variada e com imensa heterogeneidade de hábitats. As fitofisionomias se apresentam em faixas paralelas de oeste para leste: caatinga, mata de cipó (floresta semidecidual submontana), floresta ombrófila montana e floresta semidecidual de terras baixas.

Fauna
A quase extinta Mata de Cipó abriga uma espécie endêmica de ave, chamada de Gravatazeiro ou Pêga-de-gravatá (Rhopornis ardesiacus), e, sendo este seu habitat natural, a consequência do desmatamento foi a entrada desta espécie no rol de animais em extinção, sendo atualmente considerada uma das aves mais raras da América Latina. Por este motivo, o RVS de Boa Nova tem um papel muito importante, pois é devido a esta proteção que tanto o Gravatazeiro como seu habitat ainda sobrevivem.

Além do gravatazeiro, a unidade de conservação abriga também outras inúmeras espécies de pássaros, como o urubu-de-cabeça-vermelha, aracuã-de-barriga-branca, beija-flor-de-peito-azul, peitica, alegrinho, dentre outras, chegando a mais de 425 espécies de aves já registradas. Por esta razão, o RVS de Boa Nova é internacionalmente considerado como ponto imperdível em rotas de observadores de pássaros.

Geologia
Predominância de rochas cristalinas do Bloco Jequié.

Relevo
Relevo bastante ondulado com altitudes variando entre 440 e 1.111 m.

Solos
Podzólico Vermelho Amarelo à oeste, Latossolo Vermelho Amarelo a leste.

Hidrologia
Drenagens intermitentes à oeste, densa malha de drenagens perenes à leste. bacia do Rio de Contas, sub bacia do rio Gongogi, microbacia do rio da Uruba. A coleta de água para o abastecimento do município é feita numa barragem cuja nascente está dentro da UC.

Referências:
1. CNUC - Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova. Disponível em: http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=1907. Acesso em 29/01/2020.

2. Da Silva, S. T. et al. Monumentos Naturais, Refúgios da Vida Silvestre e Áreas de Relevante Interesse Ecológico: pesquisa e preservação. [S. l.]: Centro Universitário de Brasília - UniCEUB, 2017. 139 p. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/235/11082/1/eBook_Monumentos_Naturais.pdf. Acesso em: 29 jan. 2020.

Contato

Caixa Postal 349 Porto Seguro/BA
CEP 45.810-000

Notícias

Não há notícias about this protected area no banco de dados